17 de mar de 2010

CRESCIMENTO

Sensação de não ter para onde ir, é ruim mas saber aonde se que ir sem ter ninguem para compartilhar  a caminhada é pior ainda, não me limito a dizer que esse alguem com quem desejamos sempre dividir a caminhada seja um amor carnal , mas alguem por quem temos carinho e confiança.
No decorrer dos dias vou prestando mais atenção em como omundo gira e como somos obrigados a girar com ele, não entendo o por que algumas coisas ficam paradas por tanto tempo, em uma inércia quase sufocantem dava pra ouvir os gritos mudos de socorro que seguiam a procura de eco, não imaginava viver ouvindo ecos sem som, não me via sendo meio pelo qual  as coisas passariam a ter som.
Tudo em mim parece tão certo e errado tudo ao mesmo tempo , junto com velocidade e vagaresa  , felicidade e felicidade , me vi sendo concretamente antiquada e antagonica, dizia que não queria algo,mas sempre estava ali buscando uma maneira um pouco "disfarçada" de fazer com que tudo sobre aquela situação viesse a mim, encontros por acaso, palavras de efeito, tudo era por um unico fim talvez egoista, talvez não , depende de como vc vê as coisas.
Nada parecia estar errado ate eu perceber, que havia errado demais  ao ponto de nem mais perceber aqueles pequenos deslizes.Tudo se transformara em verdadeira paz, uma paz falsa adormecida que deixou de existir quando tomei consciencia de mim, do que eu era e o que estava fazendo comigo mesma, não podia acreditar que ali naquele exato momento de percepção de mim como um ser humano  seria o meu RECOMEÇO, dolorido, sentido, angustiado e ate envergonhado de um passado que traria nunca boas lembraças só demonstraria que eu estava certa ; tinha chegado a hora de mudar. Mas mudar para que ?, por que ? se assim estava tudo na sua ordem, nem eu sei , não consigo explicar através de palavras só o meu olhar diz o que eu senti.
Então depois desse momento procurei me encontrar, tentei entrar em contato com tudo aquilo que eu havia ignorado tanto tempo, dizer que cresci e amadureci é pouco perto do que estou me tornando/ moldando, me sinto sendo gente de verdade com tudo aquilo que de bom ou ruim traz a palavra gente, sinto melhor e compreendo as pessoas como elas realmente são, enxergo não só a casca , deixei de lado a surperficialidade e agora quero o profundo o intacto aquilo que é só seu e ninguem pode tirar de vc, cobrar demais, esperar demais nada mais é que viver fora da realidade, só damos aquilo que somos expectativas são basicamente refugio para nosso medo de confirmação então hoje procuro e encontro , não tenho mais tanto medo da minha realidade, dos meus sonhos e de tudo aquilo que sou, estou a buscar por um caminho aonde a sensação de felicidade seja constante e não se faça presente em rompantes de humor, e não me agrada mais alegria falsa, causada pela ação do outro, me interessa uma alegria fina, linear e verdadeira aonde eu fique feliz por que esta tudo bem.
Já não sinto mais tanta necessidade de me exibir, de mostrar o quão boa eu achava que era, pra mim agora basta eu me olhar e no espelho e me sentir feliz e satisfeita com meus atos e pensamentos.isso se tornou importante , esse exame de consciencia diario me faz repensar muitas atitudes e rever  muitos conceitos, penso eu estar trilhando um caminho que me levara sempre para frente e nunca me traira, a verdade é o melhor remedio, a sinceridade consigo mesmo é a melhor terapia e ainda bem que descobri isso a tempo de mudar e e avaliar que a não verdade é um caminho sem volta, sempre  ira te afundar mais e mais, é preciso ser esperto para não dizer a verdade e muito corajoso para dize-la, não que seja uma heroina ,mas preferi a coragem a esperteza, talvez tenha quebrado alguns corações, acabado com uma certa"admiração a minha pessoa", mas tudo TA VALENDO A PENA!
Essa é sem duvida a certeza que levo no coração que to  procurando fazer a coisa certa, que ainda caindo muitas vezes no erro, por que esse é um processo que denota tempo e dedicação , tenho aprendido a me levantar com a cabeça erguida, não tendo vergonha de ter caido e sim de não ter aprendido a me levantar antes.
Agora sem magoas ou ressentimento posso dizer que aprendi com tudo e com todos e estou crescendo, lentamente como essa plantinha.

Nenhum comentário:

Postar um comentário